Indaiatuba não é Praia

Indaiatuba é a 23ª cidade no ranking das mais inteligentes e conectadas do país

Indaiatuba é a 23ª cidade mais inteligente e conectada do Brasil entre os municípios de 100 a 500 mil habitantes. O ranking Connected Smart Cities 2019 elaborado pela Urban Systems foi divulgado nesta semana. Na classificação geral, o município ocupa a 17ª posição no Estado e a 38ª do país. Entre os municípios da RMC (Região Metropolitana de Campinas), Indaiatuba ocupa o segundo lugar considerando cidades de até 500 mil habitantes, e o 4º lugar no ranking nacional.

A Região Sudeste concentra as cidades mais inteligentes e conectadas, sendo seis municípios entre os 10 mais bem colocados. Os outros três municípios são da Região Sul e um do Centro-Oeste.

Na definição do ranking final, é feito um mapeamento em todas as cidades brasileiras com mais de 50 mil habitantes (666 municípios). Há avaliação de cidades entre 50 mil a 100 mil habitantes, de 100 a 500 mil e acima de 500 mil. A proposta não é criar competição entre as cidades, mas possibilitar que as boas iniciativas sejam compartilhadas.

O estudo considera 70 indicadores relacionados à mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia.

De acordo com a Urban Systems, na edição deste ano o ranking incorporou seis novos indicadores baseados na Norma Técnica ISO 37120, como o uso de veículos de baixa emissão de poluentes, dois critérios relativos à força de trabalho (percentual da força ocupada em setores de tecnologia e comunicação e percentual da força ocupada nos setores de educação e pesquisa), número de computadores e laptops em escolas públicas, percentual de resíduos plásticos recuperados na cidade e percentual da população que vive em regiões de baixa e média densidade.

As movimentações das cidades no ranking dependem da atuação da própria cidade e também do desempenho das demais cidades que estão em posições próximas. Dessa forma, uma cidade sobe ou desce em sua posição, de acordo com a melhora ou piora dela nos indicadores analisados, e também de acordo com a melhora ou piora das cidades que estão em posição próxima. Uma cidade pode estar estabilizada em alguns critérios, e devido a melhora das cidades próximas, perder posições.

A Urban Systems define o conceito de smart city como um modelo de urbanização e gestão pública que emprega os recentes avanços da tecnologia para tornar as cidades mais eficientes e seguras. A transformação de uma cidade tradicional em uma smart city envolve o uso extensivo de sistemas digitais de comunicação e informação por parte das prefeituras e de seus órgãos administrativos. Aplicados ao planejamento e à coordenação de escolas, sistemas de transporte, hospitais, redes elétricas e telefonia, abastecimento de água e outros serviços, esses sistemas elevam a eficiência desses recursos para a população.

Fonte: Prefeitura de Indaiatuba

You might also be interested by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *